quarta-feira, 23 de maio de 2012

A praga da dança



Há diversas lendas sobre pessoas que avistaram fadas dançando em seu anéis mágicos e ao se juntarem a elas dançaram até à morte. Em julho 1518, em Estrasburgo, França, diversas pessoas dançaram sem descanso por dias a fio e , no período de aproximadamente um mês, a maioria caiu morta em consequência de ataques cardíacos, derrames ou exaustão.
   O fenômeno começou quando uma mulher, Frau Troffea, saiu de casa num dia qualquer e pôs-se a dançar freneticamente, sem demonstrar nenhum sinal de alegria.  De vez em quando, desmoronava, exausta, apenas para retomar seu movimento sinistro algumas horas depois. Após alguns dias, a mulher foi levada à força a um templo, com os sapatos encharcados de sangue. Isto durou em torno de quatro a seis dias. Com uma semana, outras 34 pessoas haviam se juntado a ela, e em um mês, havia aproximadamente 400 dançarinos nas ruas.
  Documentos históricos, incluindo "Observações médicas, sermões catedráticos, crônicas locais e regionais, e mesmo notas divulgadas pelo conselho municipal de Estrasburgo" deixam claro que as vítimas estavam dançando. O motivo dessas pessoas estarem dançando obstinadamente até à morte nunca foi esclarecido.
   Enquanto a epidemia se espalhava, nobres locais, preocupados com a situação, procuraram o conselho de médicos da região, que descartaram a possibilidade de causas astrológicas ou sobrenaturais, diagnosticando o problema como uma "doença natural" causada por "sangue quente". Ao invés de prescrever a sangria, as autoridades, no entanto, encorajaram as pessoas a continuarem dançando, abrindo dois salões, um mercado de grãos e até mesmo um palco de madeira no local do fenômeno. Isto foi feito na crença de que os dançarinos só se recuperariam se continuassem a dançar dia e noite. Para aumentar a efetividade da cura, as autoridades chegaram inclusive a contratar músicos para manter os afigidos em movimento. Alguns dos dançarinos foram levados a um santuário, onde buscou-se uma cura para seu problema, que naturalmente não foi alcançada.

Eu, particularmente, acredito que Frau viu foi vítima das fadas, assim como os outros.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...