domingo, 24 de novembro de 2013

Tenho orgulho de ser pagã!


  Eu fico passada quando descubro que ainda existe gente com a mentalidade do século passado.
   Eu não gosto nada quando os outros se atrevem a criticar "as minhas fadas", os meus deuses e a minha religião. E pior, no meu espaço. No meu blog! É muito atrevimento por parte desses ogros!
  Eu sou maior de idade. Sei bem o que estou fazendo da minha vida e aonde vou depois da minha morte não é da conta de ninguém! Cuidem de suas vidas, que da minha, cuido eu! Não protestem aqui! Não tem esse direito! Se não concordam comigo ou se não gostam do que eu escrevo, não são obrigados a lerem meu blog. Fechem a página. Ou então, criem um blog e escrevam nele "suas verdades".
  Não nasci pra agradar ninguém! Tem gente que não gosta de mim, mas tem gente que gosta de mim! Cada um pensa de um jeito. Mas, tem certas pessoas, recalcadas que são incapazes de respeitar as crenças dos outros. A essas pessoas, eu pergunto, como se sentem quando eu digo a vocês que o seu deus não existe, que é apenas uma crença de pessoas ingênuas, que tem medo de encarar o mundo como ele verdadeiramente é e assumir a culpa pelos seus próprios erros? Percebo que, para algumas pessoas é mais fácil culpar o diabo (que está quietinho no inferno ouvindo rock) do que admitir seus erros. As pessoas matam, roubam e estupram e depois jogam a culpa no diabo porque é mais fácil alegar que estava possuído do que dizer que fizemos o que fizemos porque sentimos raiva.
  Não é de hoje que a igreja persegue as pessoas, espalhando o ódio ao invés do amor. Tenho visto muitas pessoas, discriminando e matando seus semelhantes em nome de deus. Que deus é esse que atira pedras, que julga e condena as pessoas? Esse, com certeza, não é o MEU deus!
    Vejo deus de uma forma muito diferente que certas pessoas. Deus nos deu o livre arbítrio. Por isso, podemos fazer o que quisermos de nossas vidas. Mas os fanáticos religiosos não aceitam a ideia do livre arbítrio e insistem em forçar a todos a adotarem sua religião e o seu deus. Quando essas pessoas vão entender que não se consegue nada a força? Se deus é amor, sua presença não deveria ser imposta a força porque o amor acontece naturalmente. Simplesmente, não se pode forçar uma pessoa a amar outra pessoa ou a um deus.
    Eu não ridicularizo as pessoas que não acreditam em fadas ou que não seguem a Wicca. Porque eu sim, respeito o livre arbítrio dos outros. Por que é tão difícil para certas pessoas respeitar a minha religião?
   Tem gente que acha que todo o meu trabalho é uma bobagem, um conto de fadas! E daí? Eu acredito nisso! Como você acredita no seu deus.
   Entenda que da mesma forma que eu não posso mudar a sua VERDADE, você também não pode mudar a minha Verdade! Simples assim! Não adianta tentar me amedrontar e dizer que eu vou para o inferno quando eu morrer porque eu não penso assim. Cada um encara a vida após a morte de um jeito. Para os espiritas, existe a reencarnação. Para os católicos, o céu e o inferno. Eu, como wicana, acredito em reencarnação.
   Diabo não existe! Nem os espíritas, nem os wicanos acreditam nele! A igreja o inventou como uma forma de controlar os seus fiéis.
   Uma vida sem o deus católico é uma vida livre. Você não sente culpa por transar antes do casamento nem por ouvir rock ou fazer uma tatuagem. E pensando bem, mesmo entre os religiosos, são poucos os que realmente levam todos os mandamentos ao pé da letra.
   Minha religião se baseia em liberdade e em harmonia com a natureza, seus deuses e seus elementos. Não adoro o capeta. E se interessa saber, os satanistas me odeiam. Se eu idolatrasse o diabo, não seria de se esperar que eu fosse amiguinha dos satanistas? Pois eu não sou. E o irônico é que a Igreja me odeia porque acredita que minhas fadas são o demônio disfarçado. Ao passo que os satanistas alegam que fadas não existem!
   Eu não faço parte do coral angelical, mas também não faço parte do coral infernal. Não jogo nem em um time nem em outro. Eu vivo a minha vida! E procuro fazer o bem sempre.
   Frequentei a igreja por muito tempo, mas por mais que eu me esforçasse, a palavra de deus não tocava o meu coração e eu me sentia um peixe fora d'água na igreja. Tentei todas as igrejas desde a Batista a Pentecostal. Mas não me encaixei em nenhuma delas. No entanto, com a wicca, foi algo mágico que verdadeiramente tocou o meu coração. Eu amo ser uma bruxa e se eu vou para o inferno por causa da minha crença, então, eu vou na minha vassoura!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...