terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Uma pausa necessária

Eu só tenho a agradecer a todos os meus leitores. Vocês foram maravilhosos comigo, me apoiaram quando mais precisei de vocês, me enviaram seus relatos e pediram minha ajuda e eu amei ler cada relato e esclarecer cada dúvida – claro, quando eu soube a resposta, porque eu também não sei tudo e nunca escondi isso de ninguém —, mas assim como os posts cresceram, também cresceram as dúvidas e os relatos. Quanto aos relatos, tudo bem. Eu fico feliz em saber que mais gente esteja conseguindo ter algum contato com Elementais e queira compartilhar suas experiências não apenas comigo, mas com outras pessoas. Mas quanto às perguntas que tenho recebido (e não são poucas), não sei as respostas de todas e estou dizendo isso para as pessoas, que eu não sei tudo, que ainda não avancei tanto assim na magia. Tenho tido dificuldade em me concentrar e me lembrar de certas coisas. De tudo o que eu aprendi no colegial ou que li nos livros que guardo na minha estante, eu me lembro muito pouco. Eu não sei o que está acontecendo comigo. Se estou bloqueando tudo o que aprendi porque eu estava ficando maluca com tanta coisa na minha cabeça, ou se é estresse e falta de dormir direito, ou se é natural esquecer mesmo, certas coisas, mas o fato é que não dá para ajudar ninguém quando eu tenho de ler o mesmo e-mail umas cinco vezes para entender qual é o problema de quem me enviou aquilo... É sério. Quando estou tentando me concentrar nisso, a minha mente começa a divagar em pensamentos nada a ver, e dá o maior trabalhão prestar a atenção. Não é mais como antes. Coisa semelhante acontece quando estou falando com alguma pessoa, eu começo empolgada, e quando dou por mim, já perdi o interesse na conversa. Não sei se é excesso do elemento Ar, ou preocupações de mais. Não importa. É melhor eu não me sobrecarregar de coisas para não surtar e nem decepcionar ninguém. Por isso, eu aviso a todos que a partir de Janeiro, eu não responderei a mais nenhum e-mail que me enviarem. Só aceitarei relatos e nada mais. O mesmo vale para o Facebook. Não fiquem chateados, mas é o melhor para mim, agora. Nesse novo ano que se aproxima, eu quero me focar um pouco mais em mim e nos meus sonhos. Já adiei muito isso e chega! Vou ver se consigo voltar a estudar, mas se não conseguir, pelo menos, farei alguns cursos para me distrair. Estou mesmo precisando sair de casa. Acho que, no fim das contas, a minha avó estava certa, ficar o tempo todo em casa, torna qualquer pessoa amarga. Se antes eu torcia o nariz para festas, vou parar com isso. Eu sou jovem e tenho mais é que me divertir, ter amigos, beijar muito e seja o que os deuses quiserem.
Não vou abandonar os blogs – porque, como eu disse uma vez, se eu não puder mais postar, tiro eles do ar e pronto -, ainda postarei vez ou outra, como venho fazendo, mas não vai ser como no início, quando eu só me dedicava a isso. Ser blogueiro é bom, mas uma hora, começa a enjoar. Especialmente, quando você sai do anonimato. Deixa de se tornar um hobby e passa a ser uma obrigação. E isso é chato. Não me atrai nem um pouco. Mas não pensem que sou ingrata. Eu adoro cada um de vocês, e sempre estarei de olho nos comentários que postam (até porque, eu aprovo cada um manualmente, para responder na hora e não deixar ninguém na mão como alguns blogueiros fazem). Eu digo também que nada é definitivo, e eu, algum dia, voltarei a interagir mais com vocês, tirando as suas dúvidas. Mas agora não, porque não vai sobrar tempo. Eu vou ter de costurar (bonecas, eu amo bonecas e vou aprender a fazê-las), fazer teatro (um psicólogo disse que é bom para perder a timidez de uma vez e eu estou mesmo precisando), estudar (se a minha fobia social e a minha falta de memória ajudarem...) e, trabalhar (ainda não sei em quê, mas vamos ver), e, ainda tem a minha Fanfic e o bendito original que eu tenho de preparar para enviar para alguma Editora avaliar (toda hora eu mudo uma coisa na história e acho que estou querendo apagar e reescrever tudo porque não achei suficientemente dramático e sangrento). Eu estou animada, mas também insegura. Não é fácil para alguém como eu dar tantos passos de uma só vez. Eu já desisti de muitas coisas por medo e insegurança. Vamos ver se dessa vez eu consigo. Torçam por mim porque eu vou precisar. Vocês estarão sempre no meu coração e no meu pensamento.

P.S: Isso não é uma despedida!!!
Vocês não ver essa bruxa guardar a vassoura no armário, nunca porque eu amo ser uma bruxa! haha
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...