quarta-feira, 6 de junho de 2018

O Secreto Mundo Dos Elfos

O Secreto Mundo Dos Elfos

Em várias culturas, em diferentes épocas, os elfos tem sido amados e temidos, e graças a Tolkien, eles se tornaram populares, mas será que os elfos sempre foram assim tão bonzinhos e perfeitos? Surpreenda-se com uma faceta sombria desses seres, até então, conhecida por poucos.


Escola de Elementais

https://a.wattpad.com/cover/150855845-176-k224856.jpg

Na Escola De Elementais fadas, ninfas, elfos e outros seres feéricos treinam suas habilidades mágicas e aprendem qual a melhor forma de se aproximar dos humanos.

Conforme avançam em seus treinamentos e conhecem a si mesmos e aos humanos, os elementais aprendizes se veem compelidos a quebrarem as regras impostas por seu povo

a fim de alertarem os humanos de que se eles não mudarem o seu comportamento a natureza, os elementais e o próprio Homem serão os mais prejudicados no fim das contas.

Essa é uma história leve e divertida que não deixa de ser informativa e fazer o leitor repensar a forma como tem agido em relação a natureza.



*Apesar de não ter cenas fortes nem linguagem impropria, pode conter algumas insinuações (Femme Slash), por isso é recomendado para o público +14



terça-feira, 22 de maio de 2018

O Secreto Mundo Das Fadas

https://a.wattpad.com/cover/149802220-176-k625896.jpg

Quem são as fadas? Seres belos e bondosos que protegem as crianças e a natureza?
Desde sempre, elas nos fascinam com sua magia, mas e se tudo o que te contaram sobre as fadas estiver errado?
Surpreenda-se com outra faceta delas.
https://www.wattpad.com/story/149802220-o-secreto-mundo-das-fadas

segunda-feira, 12 de março de 2018

Enraizamento - como canalizar e reciclar a energia


A terra é uma das nossas maiores fontes de energia. Como ela está viva, irradia energia o tempo todo, podendo, inclusive, estocar e neutralizar energia. Quando wiccanos fazem magia, em geral, não usam as energias pessoais porque eles precisam disso para o seu dia-a-dia. Em vez disso, eles retiram energia da terra (poder da terra) por meio de seus corpos. Assim, wiccanos tem muita energia, como quando eles não usam por completo toda a energia de que lançam mão em um ritual, ou quando acabam conseguindo energia "ruim" por algum motivo, eles retornam esse excesso de energia para a terra. É disso que se trata enraizar-se.
           Muitos wiccanos iniciam todos os seus rituais ou atos realizando esse enraizamento. Eles se livram dessas energias indesejáveis  de seu dia, como a estressante reunião de trabalho ou a raiva de ficar preso ao trânsito. Enraizando essas energias, eles também se conectam a Mãe-Terra, de quem a energia ritual virá. Se você está realizando um enraizamento para "sacudir" as energias do seu dia antes de um ritual não se preocupe por mandar energia negativa para a terra. A terra neutraliza a energia de forma que qualquer coisa que você mandar será transformado se manifestará de outras formas.
        É vital que você saiba se fixar à terra antes que você dê um passo adiante em direção a aumentar a energia e trabalhar com ela. Essa é uma antiga regra na magia que você não deve invocar uma coisa se você não sabe como lidar com ela. Antes de aumentar seus níveis de energia, você deve saber como se livrar dela. Se você a carrega em seu corpo ou permite que fique rondando a sua casa sem direção ou propósito, isso pode ter a mais variada gama de efeitos bizarros e você pode se sentir desanimado ou sem forças até que a dissipe ou que faça o que for necessário para devolvê-la à terra. 
        Como saber se você tem muita energia, precisa enraizá-la ou as duas coisas? Você pode se sentir com a cabeça pesada, desnorteado ou aéreo ou enjoado. Pode se sentir ferido, nervoso ou com raiva. Algumas pessoas até se sentem um pouco embriagadas. Nenhuma dessas condições é boa para rituais ou magia, mas você não tem que se reservar  a fazer enraizamento apenas na Wicca ou para fins mágicos. Você pode canalizar a energia em direção à terra quando quer que precise, por qualquer razão.



Técnicas rápidas para se livrar do excesso de energia



Respiração - Respire devagar e profundamente, imagine empurrar o excesso de energia para fora do seu corpo em cada expiração. Não puxe para dentro do seu corpo energia extra com inspiração; apenas puxe ar. Lembre-se de respirar calmamente. Puxar e soltar o ar rapidamente ajuda apenas a elevar o nível de energia mais do que se livrar dela.

Sacudir as mãos - Visualize empurrar o excesso de energia para suas mãos, então as sacuda como se você tivesse tirando água delas. 

Com uma árvore - Assim como quando você sacudiu as mãos, visualize empurrar o excesso de energia para suas mãos. Toque o tronco de uma árvore e imagine o excesso de energia fluindo das suas mãos para ela, para baixo no tronco e saindo pelas raízes em direção à terra.

Pedras - Você pode usar a técnica de dispersão com uma árvore da mesma forma que com uma pedra. Você pode empurrar a energia para dentro da pedra com suas mãos ou até mesmo elevar a pedra até a altura da sua fronte e deixar a energia fluir diretamente de seu Terceiro Olho. Sua pedra não tem que ser grande, contudo. Ela pode caber no seu bolso, assim você poderá carregá-la para quer que você queira. O folclore diz que pedras negras, cristais ou obsidianas, trabalham melhor para dispersão ou canalização de energia. Outros, dizem que qualquer rocha sólida que eles possam encontrar na floresta ou em seu caminho também funcionará. Uma vez que você tenha se ligado à pedra poderá usá-la para canalizar e esvaziar-se do que quer que queira se a colocar em água corrente ou em uma vasilha com sal ou simplesmente na terra. Isso não é sempre necessário, mas algumas pedras retêm energia (cristais, em particular, são como bateria recarregáveis) e se você usar a mesma rocha para fazer uma descarga energética mais tarde, é uma boa ideia esvaziá-la antes.

Água corrente - Sentar-se perto ou entrar em água corrente é uma outra técnica excelente para descarregar energia. Ficar debaixo do chuveiro e visualizar o excesso de energia sendo retirado pela água.

Alimentando-se - Alimentar-se pode trazê-lo de volta ao terreno rapidamente. É difícil ficar desorientado ou com a cabeça pesada quando o estômago está cheio. Mas se você está comendo para se descarregar, coma devagar uma pequena porção de algo sólido, preferencialmente sem grandes quantidades de açúcar ou cafeína. O açúcar e cafeína vão lhe dar tremores. Uma fatia de queijo, salame ou um bom e suculento pão funcionará. Você não precisa de muita comida para se descarregar e comer demais quando está fazendo isso pode tornar o seu estômago desconfortável. Muitos rituais wiccanos tem uma pequena refeição cerimonial ou um lanche para ajudar os participantes a se descarregarem.

O caminho direto - Talvez o caminho mais fácil e sem obstáculos para se descarregar seja ajoelhar-se no chão ou na terra e colocar nela suas mãos e a fronte da sua cabeça. Imagine o excesso de energia fluindo da sua testa para dentro da terra. 




Fonte:
Wicca para iniciantes, Thea Sabin.

Como abrir o Terceiro Olho


O Terceiro Olho, também conhecido como Ajna, o sexto chakra, situa-se no ponto entre as sobrancelhas. Conhecido como "terceiro olho" na tradição hinduísta, está ligado à capacidade intuitiva e à percepção sutil. 
Abrir o Terceiro olho facilita em muito na hora de realizar Projeção e Viagem Astral e, também em ver espíritos como os Seres Elementais, mas alerto desde já que não é apenas Elementais que você verá ou perceberá (para cada um pode funcionar de um jeito, lembrando que há várias formas de mediunidade e enquanto algumas pessoas conseguem ver espíritos, outras conseguem apenas ouvi-los ou senti-los), mas também qualquer outro espírito como os mortos. Dizem que é possível fechar o Terceiro Olho, mas até hoje não encontrei nenhum feitiço para essa finalidade, por isso, antes de abrir seu Terceiro Olho, aconselhe que pense direitinho porque eu posso ensiná-lo  a abri-lo mas não a fechá-lo. Ok?
O ritual abaixo eu recomendo porque foi exatamente o que eu fiz algum tempo atrás.


Abrindo o Terceiro Olho:




Fonte:
https://cidapereira01.wordpress.com/2017/03/17/exercicios-para-desbloqueio-da-terceira-visao/





Este é um exercício muito prático para ajudar a desenvolver o seu terceiro olho. Não insista em olhar para a vela se seus olhos começarem a cansar ou ficarem sensíveis. Lembre-se que o foco não é a vela, mas o seu terceiro olho.



Exercício: Meditação da Vela

 


1. Encontre uma vela de uma cor que você goste, talvez branco, dourado ou roxo uma vez que estas são cores espirituais. O quarto deve estar escuro. Coloque a vela sobre a mesa a cerca de um metro de distância de você, um pouco abaixo do nível dos olhos. Acenda-a e olhe fixamente para a chama. Acalme sua mente estabilize sua respiração.

2. Depois de alguns minutos, feche seus olhos. Você verá a imagem posterior da chama como um pequeno ponto de luz branca no seu olho da mente, o ponto entre os olhos físicos. Mantenha sua atenção fixa sobre esse ponto de luz. Não tente mover, controlar ou mudá-lo, apenas observe.

3. A luz pode parecer mover para cima. Pode mudar de cor. Mantenha-a na sua visão interior pelo tempo que puder. Você pode se surpreender com o tempo em que a imagem permanece, por vezes sumindo e reaparecendo novamente. Quando ele desaparecer totalmente, abra os olhos e olhe para a vela de novo.

4. Repita o procedimento três vezes. A última vez, tente manter a imagem posterior estável, sem vacilar. Quando não puder mais vê-la, mantendo os olhos fechados, continue a observar o espaço onde ela estava. Esteja atento a todas as cores ou imagens que aparecem ali.





5 Sinais de que seu Terceiro olho está aberto:




Fonte:
https://osegredo.com.br/5-sinais-de-que-seu-terceiro-olho-esta-acordado/





1. Pressão na cabeça
Um dos primeiros sinais da abertura do terceiro olho é a pressão na cabeça, nomeadamente no centro de sua testa. É um sinal de que sua glândula pineal está crescendo energeticamente.

2. Dores de cabeça
Às vezes, essa pressão pode começar a doer um pouco. Considere-a um pouco de sobrecarga de energia. Saia e faça algo que você ama, como meditar ou fazer uma caminhada.

3. Sensibilidade ao som
Você pode encontrar-se de repente muito sensível não a todos os sons, mas certos tipos de tons. Você pode achar que os tons baixos são suaves e tons altos causam grandes emoções. Seu gosto pela música também pode mudar.

4. Sensibilidade à luz
Com a abertura de terceiro olho, você pode encontrar-se um pouco mais sensível à luz e ver uma gama mais completa de cores. Isto é normal. Seus olhos vão adaptar-se com o tempo. Consequentemente, poderá ocorrer o oposto, onde parecerá que você não consegue interromper o contato entre o Sol e sua pele. Isto é bom. Divirta-se! Apenas certifique-se de que não está prejudicando a sua pele.

5. Aumento da intuição
Um dos sinais mais claros da abertura do terceiro olho é a clarividência, ou intuição, você começa a experimentar. Você pode sentir como se pudesse perceber quando algo de ruim vai acontecer. Você pode ser capaz de descobrir o que as pessoas pretendem fazer antes de fazerem. Não negue sua intuição. Caminhe com ela! Pode nem sempre estar certa, mas o universo está tentando deixá-lo entrar em um grande segredo.

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Sentindo os Elementais através da Psicometria



 Infelizmente, nem todo mundo pode ver elementais logo de cara, como nos filmes e muitos, não importa o quanto tentem, ou o quanto façam feitiços, não conseguem sequer sentir a presença de um elemental. Por quê isso acontece? Os elementais não existem? Claro que existem. O que acontece é que nem tudo mundo nasce vidente ou naturalmente bruxo. E nesse caso, pessoas que não são naturalmente bruxos tem de trabalhar duro para despertarem sua vidência e outros dons que possibilitam ver, ouvir e sentir os elementais e o outros seres. Existem muitos rituais para despertar a vidência e outros dons "naturais". Mas um dos mais eficazes, sem dúvida consiste em perceber a energia ao seu redor, dessa forma qualquer um bem treinado será capaz de perceber quando um espírito estiver presente e tocá-lo (o espírito).

    Sentir a energia pode demorar um pouco e  você vai precisar de paciência.

  A energia é o poder pessoal, gerada por nosso próprio corpo, o poder divino que vem dos deuses e o poder que vem da terra. Energia na magia, é uma força invisível, uma presença, um poder. E pode ser usada de muitas formas. Aqui, aprenderemos a senti-la, a percebê-la. E mais adiante iremos explorá-la a fundo.
    Para começar, um exercício bem simples:


Mão com mão

        Encontre um lugar calmo onde possa trabalhar sem ser incomodado. Se a sua família é agitada como a minha, sugiro que espere todo mundo dormir e trabalhe tarde da noite. É melhor e assim nada nem ninguém pode te interferir. Sente-se no chão, na cama ou na cadeira. Eu sempre prefiro meditar no chão para me ligar diretamente a terra. Coloque suas mão juntas por alguns segundos até que sinta o calor entre elas. Então, mantenha suas mãos juntas à sua frente, como se estivesse rezando. Lentamente, separe suas mãos alguns centímetros. Enquanto afasta suas mãos, tente sentir a energia que eleva entre suas palmas e seus dedos ( a energia e não o calor, é quase como ímã que atrai uma mão a outra). Pode visualizar, se quiser uma bola de luz se formando em entre suas mãos. Entretanto, não espere ver realmente uma bola de energia se formar porque isso não é possível, a não ser nos filmes.
    Em seguida, tente mover suas mãos para trás, gentil e lentamente, juntas.  Enquanto faz isso, veja se consegue sentir qualquer resistência entre suas mãos. Para algumas pessoas, isso parece o empurrão de quando você coloca os polos errados do magneto junto e eles se repelem. Não se desencoraje se não sentir nada da primeira vez que tentar isso. Se você praticar esse exercício, você o sentirá eventualmente.

  Uma variação dessa técnica é trabalhar com um parceiro. 
Sente-se encarando seu parceiro, coloquem suas mãos juntas como vocês fizeram quando estavam separados. Então toquem as mãos um do outro como se vocês estivessem empurrando para lados opostos de uma porta ou brincando de adoletá. Tentem puxar suas mãos para longe um do outro lentamente e sentir a energia entre vocês. Então, tente sentir a resistência enquanto empurra as mãos de volta a seu parceiro.

    Alguns wiccanos acreditam que eles tem a uma mão "ativa" e outra "receptiva"; a mão receptiva é a que melhor sente a energia e a ativa é a que melhor a redireciona.  Entretanto, ambas as mãos trabalham bem.

A energia alheia

     Uma vez que você já tenha sentido a energia fluir por suas mãos, tente sentir a energia de um cristal ou uma pedra. Cristais são baterias naturais, então sua energia tende a ser facilmente sentida. Sente confortavelmente, relaxe e pegue uma pedra ou cristal em sua mão. Segure gentilmente e veja o que sente. Você pode não sentir nada em sua mão, mas compreenda que você pode ter a sensação em sua mente. Você pode conseguir uma imagem mental em vez de uma sensação física. Ou você pode apenas sentir o cristal vibrando em sua palma.

   A seguir, pratique para sentir a energia das plantas ou árvores. 
Em um ambiente externo, relaxe. Sente-se ou fique perto de uma planta ou árvore e então coloque suas mãos a alguns centímetros de distância dela. Sim, você se sentirá idiota fazendo isso.Seus vizinhos pensarão que você é estranho se virem em você fazendo isso. E daí? Tudo em prolda experimentação e do crescimento espiritual, certo?
 Feche os seus olhos e tente sentir a diferença na energia enquanto você move as suas mãos lentamente ao longo da planta. Você não deveria tocar a planta para sentir a sua "assinatura energética", mas toque-a se você não conseguir sentir nada sem fazê-lo. Isso pode ser mais fácil para uma planta pequena do que para uma árvore. Árvores são grandes e tem uma maravilhosa e forte assinatura energética, mas não são tão perceptíveis, por falta de um exemplo melhor, como uma simples planta de orégano no seu jardim. Se a árvore é um baixo, a erva é um soprano. Quando você sentir a energia das ervas e plantas, tente trabalhar com objetos de dentro de casa. Eles tem assinaturas energéticas também. Tente sentir a energia de um bloco de madeira ou de um brinquedo de plástico; talvez a vibração não seja tão forte quanto em plantas ou cristais, mas ainda assim deve estar lá. Wiccanos se tornam adeptos de sentir a energia em objetos inanimados geralmente acabam usando as suas mãos em psicometria. A psicometria é a habilidade de tocar algo e conseguir informação sobre o que já passou, a partir das suas vibrações; por exemplo, pegar uma velha fotografia e aprender algo especial sobre a pessoa na foto. Não ache que você não é um bom wiccano só porque não tem plenas habilidades em psicometria. Muitos wiccanos também não podem fazer isso! A coisa mais importante é manter-se praticando e tentar sentir a energia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...