domingo, 12 de fevereiro de 2012

Fadas que raptam crianças

    As fadas que raptam bebês humanos, deixam seus próprios filhos mais fracos ou enfermos no lugar destes. Para esse caso,esbarramos no terreno das possibilidades, pois não sabemos ao certo os motivos que levam as fadas a proceder dessa maneira. Há uma teoria que diz que as fadas são uma raça em decadência genética e por isso, suas visíveis manifestações são cada vez menores. Elas sentem fascinação pela vitalidade humana, motivo pelo qual foram impulsionadas seqüestrar suas crianças, na tentativa de fortalecer sua raça com sangue novo. O sangue humano,portanto,parece necessário para repor as existências feéricas. As fadas também se aproveitam da inteligência e da força dos seres humanos efetuando também o sequestro de parteiras, para que as ajudem nos difíceis partos "feéricos", ou para amamentar seus recém-nascidos que, geralmente, são fracos e doentes._ Há, entretanto, outra teoria que diz que a cada sete anos o diabo ou outra entidade maléfica exige um tributo de sangue do Reino das fadas e só podem pagá-lo raptando um bebê humano._ Existem ainda outras versões que que dizem que as fadas deixam no lugar da criança um velho elfo ou uma criança raquítica que morre em poucos dias e, há as que asseguram que é realmente um pedaço de madeira que, por encantamento especial, tem aparência da criança roubada. O que se sabe é que, é que o bebê que é trocado pelas fadas sempre é muito pequeno e nunca obtém um crescimento normal. Ao chegar aos vinte anos de idade, terá a altura de dez, isso com sorte,pois geralmente são muito doentes e não alcançam essa idade.                                                     

   Katharine Briggs em seu "Diccionario de las hadas", diz que há três tipos de "Chagelings", ou impostores:
   1- Um pedaço de madeira,é o método que costumam usar na troca de pessoas adultas capturadas. Esse é o caso das Amas de leite ou parteiras, representando a "cópia" exata da dita pessoa.                            
    2- O enfermo bebê da fada, a quem o nutritivo leite da mãe humana pode dar-lhe a oportunidade de salvação. A fada ficaria com o bebê humano saudável.                                                                          
    3- A fada velha e enrugada que, cansada de sua vida,prefere ser alimentada e mimada por sua mãe adotiva,transformando-se para ela em uma criança.                                                                                                        Ao que parece,as fadas querem que seus filhos fracos possam ter chance de sobreviver com o leite e os alimentos humanos,preferindo levar para seu mundo bebês belos e robustos para fortalecer com seu sangue novo o País das fadas. Mas tais permutas só são satisfatórias para as fadas e não para as mães humanas.  

     Na Grã-Bretanha, existem sortilégios e conjuros mágicos que pode se realizar para descobrir se uma criança foi trocada pelas fadas. Um deles manda que se pegue uma dúzia de cascas de ovos,que devem ser colocadas em uma panela com água fervendo. Se a criança for um elfo,começará falar (algo que não seria possível por causa da pouca idade) com expressões como essas:                                                        
      "- Que estás preparando mamãe?" ou "-Estou a quinhentos anos no mundo e jamais vi um cozido de cascas antes!".  Isso é eficaz, pois quando os impostores são muito velhos,sempre acabam revelando sua idade. Na Escócia,o povo acredita que seus crescentes desejos de tocar gaita os delata.

5 comentários:

Alana Batida disse...

''As fadas que raptam bebês humanos, deixam seus próprios filhos mais fracos ou enfermos no lugar destes. '' Isso significa que existe filhos de fadas na terra, ou que o filho da fada é deixado na terra para morrer, enquanto o bebe humano fica com elas?

Daniele Araujo disse...

As fadas não tem muita esperança que seus filhos doentes se salvem, mas às vezes, eles se salvam. Então, elas tentam se reaproximar deles. Mas, nem em sonho, devolvem a criança humana a seus pais e se bobear, elas ainda levam seu filho que sobreviveu.

Amanda Costa disse...

Como é que se protege um bebê desse tipo de situação? (Vi vários posts sobre raptos, mas até agora, nenhum sobre defesas).

Daniele Claudino disse...

Mas tem várias dicas de como proteger, inclusive eu postei aqui no blog, são dicas simples mas eficientes, eu creio, como deixar uma tesoura de ferro aberto embaixo do berço, pintar símbolos mágicos no berço, portas ou janelas. Ou ainda se valer do uso de amuletos ou talismãs que afastam elementais sombrios.

Amanda Costa disse...

Então eu não achei o post kk, mas é bom saber, acho esse lado das fadas muito sinistro…

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...